sexta-feira, 12 de março de 2010

Não se recuse a ajudar

É evidente que a todo ato de ajuda deve

proceder a uma racionalização.

A razão deve funcionar.

Mas, que isso não seja empecilho.

Faça que fale o coração.

Ele é o único que consegue sentir as

necessidades de quem lhe procura ajuda.

E faz de você um bom instrumento da vontade divina.

Compreenda.

Quem não precisa de ajuda não vem a você.

Se você for a pessoa escolhida, deve

alegrar-se pela oportunidade de ajudar.

Não deixe a ajuda para depois.

Na verdade, ao proceder a uma ajuda,

você é a pessoa mais ajudada.